‘ESG’: programas que incentivam a contratação de mulheres no setor de transportes

382

Com apoio a programas que promovam a presença de mulheres no transporte rodoviário de cargas, Grupo Rodonaves atua para cumprir compromisso firmado no seu Relatório de Sustentabilidade de aumentar a representação feminina em suas empresas

Dados mostram que em 2022, apenas 3,4% dos condutores habilitados para dirigir caminhões, ônibus e carretas eram mulheres, segundo levantamento da Secretaria Nacional do Trânsito (Senatran). Em São Paulo, informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) mostram que, dos 70.641 motoristas admitidos em 2021, apenas 1,51% eram do gênero feminino.

A gradual evolução do quadro de motoristas femininas é um reflexo da preocupação das empresas do setor em executar as práticas de ESG, tema que na RTE Rodonaves, primeira empresa do Grupo Rodonaves e referência nacional em transporte de carga no país, vem sendo levado muito a sério, segundo Vera Naves, vice-presidente do Grupo Rodonaves. “Há um movimento do mercado para se adequar às práticas de ESG e, em um setor como é o de transportes, a inserção das mulheres é muito importante para a sustentabilidade dos negócios. Aqui na Rodonaves estamos atentos à equidade de gênero visando cumprir o compromisso firmado em nosso Relatório de Sustentabilidade de 2022, de aumentar a representação de mulheres em nossas empresas”, avalia

Em 2021, de acordo com o Instituto Paulista do Transporte de Cargas (IPTC), no setor de transporte rodoviário de cargas (TRC), ocorreu um aumento de 61% de mulheres contratadas, mas a maioria ainda concentrada em áreas administrativas. As oportunidades de ampliação de vagas para motoristas femininas são corroboradas pelo SETCESP que mostrou que no mesmo ano houve apenas 32.094 admissões para função em empresas de TRC.

“Temos tido o privilégio de colaborar para a evolução desse quadro de contratações femininas e hoje são 19 mulheres motoristas, e que atuam na coleta, entrega e como carreteiras. E o quadro não para de crescer com as oportunidades que oferecemos para elas. Ao longo dos anos, as mulheres vêm provando que têm total capacidade de conduzir qualquer tipo de veículo”, conta Vera Naves.

Oportunidades que inspiram e transformam

O Grupo apoia uma série de oportunidades para as mulheres por meio de iniciativas internas e programas com propósito de trazer mais equidade de gênero. Entre essas ações está o Mulheres em Movimento, um programa que há três anos promove encontros mensais voltados à reflexão sobre temas do universo feminino com objetivo de inspirar e encorajar discussões relevantes sobre o assunto, para homens e mulheres, além de abrir espaço para elas se expressarem, aprenderem e trocarem experiências enriquecedoras.

Além disso, o conglomerado participa do Movimento A Voz Delas, da Mercedes-Benz, e por meio desta parceria reforça o compromisso em promover a mudança em direção ao desenvolvimento inclusivo, tendo as mulheres cada vez mais como protagonistas na ampliação do setor de transportes no Brasil.

Outra iniciativa que vale destacar nesse sentido, é o pacto por meio do projeto Princípios de Empoderamento das Mulheres – WEPS da ONU, que dá ainda mais força para a empresa atuar na mudança gradativa desse quadro, tendo as mulheres como beneficiárias e parceiras para o desenvolvimento econômico do país, formando uma sociedade melhor e mais justa para todos.

Na luta pela ampliação de mulheres motoristas, a Rodonaves tem atuado para engajar as colaboradoras a participarem do seu Programa Tração – Escola de Motoristas, uma iniciativa realizada desde 2010 de formação de novos habilitados, que atualmente possui turmas especialmente para mulheres que queiram atuar na função dirigindo profissionalmente um caminhão de qualquer porte.

A mais nova iniciativa da empresa será lançada para celebrar o Dia Internacional da Mulher e visa contribuir ainda mais para a independência das mulheres. Em parceria com o Se Vira, Mulher!, organização focada na oferta de minicursos para manutenção automotiva básica e residencial, o Grupo Rodonaves vai disponibilizar nas redes sociais cinco vídeos que ensinam mulheres a fazerem pequenos reparos e instalações com temas como Segurança no Trânsito, Cuidado com a casa e a família e jardinagem.

“O Se Vira, Mulher!, é um projeto desenvolvido especialmente por mulheres e para mulheres com propósito de combater a desigualdade de gênero no que diz respeito a papéis sociais, ou seja, tem total sinergia com o que nós acreditamos, que não existe “trabalho de homem” ou “trabalho de mulher”, mas que todos podemos aprender tudo o que queremos”, explica Vera Naves.

Segundo a executiva, falar sobre mulheres não é modismo, mas uma necessidade social para promoção da igualdade de gênero. “Falar sobre mulheres não está na moda como muitos pensam. Simplesmente é uma questão social que temos que debater para que a sociedade perceba que as condições, as oportunidades e o espaço ainda não são igualitários. O esforço e a lembrança são necessários para que tudo isso ocorra e as empresas têm o poder de promover, engajar e transformar essa realidade”, conclui Vera.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here