ONU e Green Cross escolhem Franca para implantação de projetos

A ONU (Organização das Nações Unidas), através da Fundação Green Cross, fez opção em iniciar por Franca a implantação de projetos voltados para inovações e expansão tecnológicas,  melhorias do aproveitamento de energia, modernização do sistema viário e incremento da produção rural, projetos estes que depois deverão ser disseminados para outras cidades brasileiras.  A implantação, em fase inicial de tratativas que acontecerão nos próximos meses, abrange os municípios consorciados ao COMAM (Consórcio dos Munícipios da Alta Mogiana). A escolha da cidade se deu muito em virtude do bom índice de IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), envolvendo, principalmente, a destacada colocação da cidade em primeiro lugar do Brasil em saneamento básico.

Representando a ONU, estiveram em visita à prefeitura, a presidente e o diretor da Green Cross Brasil, respectivamente Taynah Reis e Luis Antonio Reis, fundação com respaldo da ONU e que tem como mentor em nível internacional o ex presidente da extinta União Soviética Mikail Gorbachov.

Taynah Reis e Luis Antonio chegaram a Franca na manhã desta sexta-feira, ciceroneados pelo professor Elias de Oliveira Motta, seguindo direto para a prefeitura onde foram recebidos em reunião pelo prefeito Gilson de Souza no gabinete, permanecendo no local até o final da tarde.

O encontro não tratou apenas de meras formalidades, mas sim de efetiva ação, envolvendo, inicialmente, a implantação de modernos sistemas de irrigação por gotejamento, com tecnologia israelense, em propriedades rurais dos municípios ligados ao COMAM. De início, conforme se comprometeu a presidente da Green Cross Brasil, serão fornecidos 20 kits para serem distribuídos para pequenos produtores rurais da região, com o intuito de fortalecimento da agricultura familiar e de que sejam, também, disseminadores da nova tecnologia, que traz otimização do uso da água e significativo aumento da produção, para o restante do país.

Num outro momento, entram na pauta dos projetos a serem implantados, a inovação tecnológica, transformando em realidade o Parque Tecnológico de Franca, a melhoria da iluminação pública e do sistema viário, tecnologias de cunho ambiental, enfim, projetos que uma vez implantados permitirão a inclusão de Franca no rol das tão faladas cidades do futuro, as Smarts Citys (Cidades Inteligentes).

Estiveram presentes também, na importante e promissora reunião, o Chefe de Gabinete Agostinho Ferreira Sobrinho, o secretário de Segurança e Cidadania Orivaldo Donzelli, o Diretor do COMAM Luiz Carlos Miranda, além dos já citados prefeito Gilson de Souza, a presidente da Green Cross e representante da ONU Taynah Reis, o diretor-executivo da Green Cross Luiz Antônio Reis e o professor Elias de Oliveira Motta.

Para saber mais sobre o Green Cross, acesse o site da fundação www.gcint.org.br

Carregar mais Acontece no Interior

Deixe uma resposta

Veja também

Exposição “Visão Reflexiva” fica no RibeirãoShopping até o dia 22 de outubro

A mostra, assinada pelo artista plástico Zeppa Tudisco, pode ser apreciada, gratuitamente,…