O ‘BOOM’ da alimentação saudável no Brasil e como as empresas estão apostando nela

Conceitos mostram que as empresas estão finalmente absorvendo a ideia de que “você é o que come”

Você conhece o conceito de saudabilidade alimentar? Talvez seja interessante ficar de olho nessa novidade, tendo em vista que tem muita gente interessada nela. Para começar, uma explicação sobre o conceito. Saudabilidade nada mais é do que a preocupação com a qualidade da comida ingerida. Nesse sentido, o mercado de alimentos e bebidas saudáveis tem entendido bem essa necessidade e já exibe números bem robustos. Em 2016, o segmento alcançou R$ 93,6 bilhões em vendas, colocando o Brasil em 5º lugar no ranking mundial dos maiores neste mercado, segundo pesquisa da agência Euromonitor Internacional. Nos últimos cinco anos, no Brasil, o segmento cresceu, em média, 12,3% ao ano.

Essa mudança comportamental tem explicação. Segundo Instituto Nielsen, que pesquisa hábitos e tendências de consumo, o envelhecimento da população e uma maior sensibilidade das pessoas em relação ao alimento estão entre os motivos desse “boom” da alimentação saudável. Já segundo relatório de tendências de consumo Brasil Food Trends 2020 a saudabilidade, bem-estar, sustentabilidade e ética influenciam 21% das pessoas na hora da compra. Por tudo isso, muitas empresas já se adequam a demanda. Outras já nascem com esse conceito, como é o caso de duas empresas no segmento do franchising: Saladenha e Gratitude.

Criada em 2015, a franquia especializada em alimentação saudável, que tem como carro chefe a salada no pote, tem unidades em Itu e Indaiatuba, interior de São Paulo, e duas unidades em fase de implantação na capital paulista. A receita de unir simplicidade, praticidade e comida boa para a saúde está dando tão certo que os gestores da marca pretendem expandir a rede nacional e internacionalmente. A franquia conta com um cardápio variado, que vai desde a famosa salada no pote, até wraps, sucos, sanduíches, marmitas, caldos, frutas e sobremesas.

Já a Gratitude é uma franquia de distribuição e venda de produtos saudáveis e sustentáveis, e que conta com o açaí da marca Mormaii como carro chefe. A perspectiva da rede, que acaba de ser lançada, é fechar este ano com mais dez unidades em operação.

Todos esses exemplos mostram que as empresas estão finalmente absorvendo aquele conceito de que “você é o que come”, mas não somente isso. O ato de alimentar-se é visto, cada vez mais, como uma experiência, que deve ser saborosa, nutritiva e completa. A preocupação com a saúde, qualidade de vida, sustentabilidade e segurança alimentar somam-se a essa demanda por uma alimentação melhor. Por tudo isso, a previsão de crescimento do setor só poderia ser otimista. Segundo a pesquisa da Euromonitor, a previsão de crescimento até 2021 é de 4,4%.

Carregar mais Empreendedorismo e Negócios

Deixe uma resposta

Veja também

Programa de aceleração está com inscrições abertas em Ribeirão Preto

Aceleradora com portfólio avaliado em R$ 22,7 milhões está selecionando projetos ‘gr…