Confira o programa da Casa Amado e Saramago da Flip 2017

No ano em que comemora a sua primeira década de vida, a Fundação José Saramago estabeleceu uma parceria com a Flip – Festa Literária Internacional de Paraty. Em conjunto com a Fundação Casa de Jorge Amado, com o apoio do Ministério da Cultura de Portugal e da Companhia das Letras, e a colaboração da Delta e da Adega Mayor, a FJS terá um espaço próprio na 15ª edição do principal evento literário de língua portuguesa.

Durante a Flip, a Casa Amado e Saramago, localizada no Centro Histórico de Paraty, oferecerá uma ampla programação com apresentações de livro, mesas redondas, concertos, sessões de leitura e exposições.

Veja abaixo o programa completo *:

  • 27 de julho – Quinta-feira

10h – Abertura da Casa Amado e Saramago
Boas-vindas com um café português: abertura da exposição de fotos de Jorge Amado e José Saramago e da exposição de xilogravuras de J. Borges para o conto “O Lagarto”, por Sérgio Machado Letria, diretor da Fundação José Saramago
10h30 – Dois corações vermelhos 
Conversa entre Lilia Schwarcz, Paloma Amado e Pilar del Río sobre os universos literários, ideológicos e afetivos de Jorge Amado e José Saramago

15h – O sabor da palavra liberdade
Andrea Zamorano, autora de “A Casa das Rosas”, e José Eduardo Agualusa, “A Sociedade dos Sonhadores Involuntários”, falam dos seus mais recentes livros – moderação de Francisco José Viegas

16h30 – Uma viagem até ao Alentejo de Peixoto e de Saramago

José Luís Peixoto, autor de “Galveias”, num passeio pelo espaço literário do Alentejo de Saramago, Vergílio Ferreira, Fernando Namora, Manuel da Fonseca e Almeida Faria

18h – O que quer o que pode essa língua?
Uma conversa sobre as dificuldades de publicar em português do outro lado do Atlântico. Com Bárbara Bulhosa, Francisco José Viegas e Julia Bussius – moderação de Ricardo Viel

 

  • 28 de julho – Sexta-feira

10h30 – Escreva e lute como uma mulher 
Adelaide Ivanova e Djaimilia Pereira de Almeida conversam sobre literatura e feminismo nos dias de hoje – moderação de Schneider Carpegianni

15h – Revisitar os clássicos

Frederico Lourenço é entrevistado por Anabela Mota Ribeiro

15h – Em teu ventre         

José Luís Peixoto conta o processo de construção do seu romance “Em teu Ventre”, sobre o fenómeno de Fátima, num encontro com o filósofo e historiador Lira Neto, autor de “Padre Cícero: Poder, Fé e Guerra no Sertão”

19h30 – Uma amizade em cartas
Apresentação do livro “Com o mar por meio. Uma amizade em cartas – Jorge Amado e José Saramago”. Com Paloma Amado, Pilar del Río e Luiz Schwarcz

21h – Antigamente aqui era o mar

A cantora Lívia Nestrovski e o guitarrista Fred Ferreira apresentam um concerto inspirado nas cartas e nos livros de Jorge Amado e José Saramago

 

  • 29 de julho – Sábado

10h30 – O dever de exigir 

Luiz Eduardo Soares, José António Pinto Ribeiro debatem sobre Direitos e Deveres Humanos na sociedade atual – moderação de Pilar del Río

15h – Invisível centena
Lançamento do catálogo “Intelectuais Negras Visíveis”

Com Giovana Xavier (UFRJ) e Janete Santos Ribeiro (ISERJ)

17h – O que se vê, o que se sente

Kiffer e Giovana Xavier numa conversa sobre racismo e empoderamento – moderação de Anabela Mota Ribeiro
19h – Como se fosse a casa
Ana Martins Marques e Eduardo Jorge, apresentação do livro de poemas “Como se fosse a casa”

2030h – “Roçar a língua de Luís de Camões” e de Pessoa

Sessão de leitura de poesia com vários autores

21h30 – Sobre o mar : Ondjaki e Marcello Magdaleno

Encerramento da casa com música e poesias(s) de Angola, Portugal e Brasil (com escrita ao vivo), e um copo de vinho português

*Programa sujeito à alteração

 

Flip 2017

A 15ª edição da Flip, com curadoria de Joselia Aguiar, homenageia Lima Barreto.

Patronos 2017

O Programa de Patronos é um plano de mecenato voltado a pessoas físicas que apoiam a realização da Festa Literária Internacional de Paraty.

Além de contribuir para a viabilização dos 5 dias de evento, o patrono fomenta as ações educativas de permanência promovidas pela Flip no território.

Os benefícios incluem ingressos para a Programação Principal da Flip, convites para o coquetel de boas-vindas com a participação dos autores, e encontros com a curadora e com o diretor-executivo da Casa Azul, entre outras atividades.

Mais informações pelo e-mail patronos@casaazul.org.br.

Quem faz a Flip

A Casa Azul é uma organização da sociedade civil de interesse público e sem fins lucrativos que desenvolve projetos nas áreas de arquitetura, urbanismo, educação e cultura. Há mais de vinte anos, desenvolve ações capazes de potencializar transformações no território, a exemplo da Flip. Em Paraty, onde a associação se originou, esse processo levou à realização de ações de permanência, como a Biblioteca Casa Azul e o Museu do Território de Paraty, que seguem em funcionamento durante todo o ano.

Carregar mais Arte

Deixe uma resposta

Veja também

Confira os termos mais buscados no Google em 2017

Hoje é dia de relembrar o que marcou o ano dos brasileiros com as listas do Google que ref…