10º Festival de Fotografia Hercule Florence tem workshops gratuito em Campinas

O Festival Hercule Florence

Em 2007, foram criados dois eventos simultâneos sobre fotografia: Semana Hercule Florence e do Seminário Imagem e Atualidade da PUC-Campinas, este último iniciativa do repórter fotográfico Ricardo Lima e dos professores da Universidade Nelson Chinalia, Flávio Shimoda, Seiji Hiraide e Sidney Tamai. Em 2008, a realização simultânea da segunda edição do evento contou com a parceria da Prefeitura de Campinas, do Núcleo de Fotografia de Campinas (NUFCA), e do Museu da Imagem e do Som (MIS) de Campinas. Em 2009, ocorreram colaborações individuais e de outras instituições como o professor do Instituto de Arte da Unicamp e editor da revista Studium, Fernando Tacca, do centro de Memória da Unicamp, do Sesc Campinas e de outros apoiadores. Essas colaborações fizeram crescer, e muito, o número de eventos fotográficos na cidade de Campinas. Em 2010 cresceu expressivamente o número de participantes e de apoiadores. Em função deste crescimento, e das atividades de fotografia ocorridas durante o mês de agosto, a quarta edição recebeu o nome de “Festival Hercule Florence” para amparar, convergir e gerar sinergias de todas as atividades ligadas à fotografia e garantir a qualidade na diversidade e na complexidade do evento. Os organizadores do Festival entendem Campinas como uma das origens da fotografia mundial em razão do trabalho desenvolvido por Hercule Florence. Essa é a maneira objetiva de pensar e preservar uma forma ampla de participação e organização do evento.

Hercule Florence: um precursor

Hercule Florence foi um francês radicado no Brasil que morou boa parte da sua vida em Campinas, interior de São Paulo. Dedicou-se a diversas atividades, mas por toda sua vida, o desenho manteve-se constante, seja como atividade profissional ou simplesmente lazer. Com um perfil empreendedor e inventivo empenhou boa parte do seu tempo em pesquisas e experimentos em reprodução de imagens. Seu esforço nesse sentido culminou com a criação independente de um processo fotográfico muito semelhante ao processo fotográfico desenvolvido na Europa por Niépce e Daguérre, no mesmo período, 1832/1833. Florence batizou sua criação de “Photographie”, seis anos antes da primeira menção a esta palavra na Europa, atribuída ao britânico John Herschel.

Quando: 19, 20, 21, 22 e 23 de Abril
Onde: CampinasEstação Cultura, no Museu de Arte Contemporânea de Campinas José Pancetti (MACC), no Instituto de Artes da Unicamp e nas ruas da cidade.

Clique aqui para acessar a programação Completa 10º Festival de Fotografia em Campinas.

Foto: Ale Ruaro

Carregar mais Fotografia

Deixe uma resposta

Veja também

Brasileiro é um dos vencedores de concurso mundial de fotografia sobre natureza

A imagem escolhida concorreu com outras 32 mil fotos da premiação realizada pela maior org…