Ronaldo Mota analisa a educação contemporânea e as tecnologias digitais na Feira do Livro

587

Palestra acontece no dia 9 de junho, na Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto (ACIRP).

As novas tecnologias estão proporcionando uma revolução nos sistemas de ensino. As mudanças ocorrem em tal ritmo, que exige dos professores, e dos atuais sistemas de ensino, um exercício diário de adaptação. O foco é tornar o processo de aprendizagem rico em conteúdo, e moderno o suficiente para atrair a atenção dos alunos que já nasceram na era digital.

Para debater este e outros temas de extrema relevância para a educação, o Centro Universitário Estácio, um dos patrocinadores da Feira do Livro, traz uma palestra com o reitor Ronaldo Mota. O encontro acontece no dia 9 de junho, às 10 horas, na sede da Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto (ACIRP).

Na opinião de Ronaldo Mota, a realidade atual é que a tecnologia faz parte do cotidiano dos alunos e precisa ser absorvida da melhor forma possível. “As tecnologias digitais, de fato, invadiram a escola de fora para dentro. O que é diferente de terem sido adotadas. Isso não é bom e nem mau; é fato. Hoje vivemos e lidamos tardiamente com as consequências desta ‘invasão’ não planejada”, explica o reitor.

De acordo com ele, para que os docentes tenham condições de preparar aulas atrativas, é preciso muita calma, humildade e tolerância. “Eles, os professores, jamais saberão mais e nem tanto quanto seus alunos sobre o mundo digital, portanto, não entrem nesta guerra perdida a priori. Os educadores devem saber mais, muito mais, sobre o conteúdo e sobre a vida. Isso basta”, ressalta.

“No momento, em alguns casos, educadores e educandos habitam planetas diferentes, usando linguagens distintas e sendo obrigados a conviverem juntos por algumas horas do dia. Por vezes, sacrifício desnecessário para todos. Não precisa ser assim. Há solução. Ela só não é simples, como a vida. A solução está em curso, mas demandará tempo, o qual flui rápido”, analisa o reitor.

O especialista acrescenta ainda que a educação é o único meio capaz de permitir que professores, assim como os demais profissionais brasileiros, possam contribuir para um desenvolvimento econômico, social e ambiental do planeta. “No caso brasileiro, o destaque é que tal desenvolvimento sustentável tem se mostrado difícil. A melhor maneira de modificar tal quadro é via educação, tornando o papel do professor e a correta adoção de novas tecnologias e de metodologias inovadoras tão relevantes”.

Perfil – Ronaldo Mota é reitor da Universidade Estácio de Sá e professor titular aposentado da Universidade Federal de Santa Maria. Bacharel em Física pela Universidade de São Paulo, mestre na Universidade Federal da Bahia, doutor na Universidade Federal de Pernambuco e pós-doutor na University of British Columbia/Canadá e na University of Utah-EUA. Exerceu atividades administrativas como Secretário Nacional de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Secretário Nacional de Educação Superior, Secretário Nacional de Educação a Distância e Ministro Interino do Ministério da Educação. Anteriormente foi Professorial Visiting Fellow no Institute of Education da University of London, na Cátedra Anísio Teixeira/CAPES e condecorado pela Presidência da República como Comendador na Classe Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico.

Serviço

Palestra: A educação contemporânea e as tecnologias digitais

Palestrante: Ronaldo Mota, reitor do Centro Universitário Estácio

Data: 9 de junho, sexta-feira

Horário: 10 horas

Local: Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto (ACIRP), rua Visconde de Inhaúma, 489

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here