Ronaldo Mota analisa a educação contemporânea e as tecnologias digitais na Feira do Livro

Palestra acontece no dia 9 de junho, na Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto (ACIRP).

As novas tecnologias estão proporcionando uma revolução nos sistemas de ensino. As mudanças ocorrem em tal ritmo, que exige dos professores, e dos atuais sistemas de ensino, um exercício diário de adaptação. O foco é tornar o processo de aprendizagem rico em conteúdo, e moderno o suficiente para atrair a atenção dos alunos que já nasceram na era digital.

Para debater este e outros temas de extrema relevância para a educação, o Centro Universitário Estácio, um dos patrocinadores da Feira do Livro, traz uma palestra com o reitor Ronaldo Mota. O encontro acontece no dia 9 de junho, às 10 horas, na sede da Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto (ACIRP).

Na opinião de Ronaldo Mota, a realidade atual é que a tecnologia faz parte do cotidiano dos alunos e precisa ser absorvida da melhor forma possível. “As tecnologias digitais, de fato, invadiram a escola de fora para dentro. O que é diferente de terem sido adotadas. Isso não é bom e nem mau; é fato. Hoje vivemos e lidamos tardiamente com as consequências desta ‘invasão’ não planejada”, explica o reitor.

De acordo com ele, para que os docentes tenham condições de preparar aulas atrativas, é preciso muita calma, humildade e tolerância. “Eles, os professores, jamais saberão mais e nem tanto quanto seus alunos sobre o mundo digital, portanto, não entrem nesta guerra perdida a priori. Os educadores devem saber mais, muito mais, sobre o conteúdo e sobre a vida. Isso basta”, ressalta.

“No momento, em alguns casos, educadores e educandos habitam planetas diferentes, usando linguagens distintas e sendo obrigados a conviverem juntos por algumas horas do dia. Por vezes, sacrifício desnecessário para todos. Não precisa ser assim. Há solução. Ela só não é simples, como a vida. A solução está em curso, mas demandará tempo, o qual flui rápido”, analisa o reitor.

O especialista acrescenta ainda que a educação é o único meio capaz de permitir que professores, assim como os demais profissionais brasileiros, possam contribuir para um desenvolvimento econômico, social e ambiental do planeta. “No caso brasileiro, o destaque é que tal desenvolvimento sustentável tem se mostrado difícil. A melhor maneira de modificar tal quadro é via educação, tornando o papel do professor e a correta adoção de novas tecnologias e de metodologias inovadoras tão relevantes”.

Perfil – Ronaldo Mota é reitor da Universidade Estácio de Sá e professor titular aposentado da Universidade Federal de Santa Maria. Bacharel em Física pela Universidade de São Paulo, mestre na Universidade Federal da Bahia, doutor na Universidade Federal de Pernambuco e pós-doutor na University of British Columbia/Canadá e na University of Utah-EUA. Exerceu atividades administrativas como Secretário Nacional de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Secretário Nacional de Educação Superior, Secretário Nacional de Educação a Distância e Ministro Interino do Ministério da Educação. Anteriormente foi Professorial Visiting Fellow no Institute of Education da University of London, na Cátedra Anísio Teixeira/CAPES e condecorado pela Presidência da República como Comendador na Classe Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico.

Serviço

Palestra: A educação contemporânea e as tecnologias digitais

Palestrante: Ronaldo Mota, reitor do Centro Universitário Estácio

Data: 9 de junho, sexta-feira

Horário: 10 horas

Local: Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto (ACIRP), rua Visconde de Inhaúma, 489

Carregar mais Acontece no Interior

Deixe uma resposta

Veja também

Feira de Vinil reúne apaixonados por discos no Shopping Iguatemi Ribeirão Preto

7ª edição da Feira acontece neste sábado com mais de 12 mil produtos focados neste mercado…