10 melhores restaurantes brasileiros, segundo o 50 Best

A quinta edição do Latin America’s 50 Best Restaurants está chegando! A cerimônia de premiação será realizada em Bogotá, na Colômbia, no dia 24 de outubro. Para relembrar os melhores restaurantes brasileiros já premiados na edição latino-americana, preparamos um top 10.

Antes da publicação da lista dos 50 melhores, anunciaremos os prêmios de Best Female Chef (13 de setembro), Lifetime Achievement (26 e setembro) e One to Watch (10 de outubro).

10 restaurantes brasileiros premiados pelo Latin America’s 50 Best Restaurants

  1. D.O.M: Comandado pelo chef Alex Atala – que em 2014 recebeu o Diners Club® Lifetime Achievement Award por sua trajetória -, esteve no top 5 de todas as edições do Latin America’s 50 Best Restaurants, chegando a conquistar o 2º lugar na lista em 2013.
  2. Maní: Sob a batuta dos chefs Helena Rizzo – que em 2014 foi nomeada Best Female Chef na versão mundial do prêmio – e Daniel Redondo, o Maní esteve entre os 10 melhores em todas as edições da lista.
  3. Mocotó: Fundado em 1974 pelo pai do atual chef da casa, o jovem Rodrigo Oliveira, o Mocotó esteve em todas as listas dos 50 melhores da América Latina até agora.
  4. Olympe: O franco-brasileiro situado no Rio de Janeiro e comandado pelo chef Claude Troisgros – que conquistou o Diners Club® Lifetime Achievement Award em 2016 – também esteve em todas as edições da lista até hoje.
  5. Lasai: O restaurante, comandado pelo chef Rafael Costa e Silva, que chegou a liderar a cozinha do renomado espanhol Mugaritz, entrou na lista dos 50 melhores da América Latina em 2015 na 16º posição, garantindo o prêmio de Highest Entry naquele ano.
  6. Tuju: Situado na Vila Madalena, em São Paulo, e comandado por Ivan Ralston, o Tuju entrou na lista dos 50 melhores da América Latina com apenas 2 anos de existência.
  7. Remanso do Bosque: O paraense, comandado pelos irmãos Thiago e Felipe Castanho, esteve em todas as edições do Latin America’s 50 Best Restaurants e é o único brasileiro fora do circuito Rio-São Paulo a entrar na lista.
  8. A Casa do Porco: Especialista em pratos à base de cortes suínos, A Casa do Porco, de Jefferson Rueda, entrou na lista em 2016, com apenas um ano de existência, e já conquistou o prêmio de Higest Entry após estrear na 24ª colocação.
  9. Roberta Sudbrack: O restaurante carioca, que leva o nome de sua chef, esteve bem posicionado em todas as edições do prêmio. A chef Roberta Sudbrack foi a ganhadora do prêmio de Best Female Chef em 2015.
  10. Fasano: Conhecido do exigente público paulistano e atualmente comandado pelo chef Luca Gozzani, o tradicional Fasano esteve em duas das quatro edições do Latin America’s 50 Best Restaurants.
Carregar mais Gastronomia

Deixe uma resposta

Veja também

Cervejaria Invicta lança descontos da Black Week

Artesanais tem desconto de até 50% nas compras efetuadas pelo site A Cervejaria Invicta la…